Destaque

Poder das células saudáveis pode impedir o crescimento de células mutantes e suprimir a formação do câncer de pele

Fonte

Universidade Yale

Data

terça-feira. 27 junho 2023 18:55

A pele humana saudável é uma coleção semelhante a um mosaico de células normais e células portadoras de mutações. À medida que as pessoas envelhecem, um número crescente dessas células acumula mais e mais mutações, incluindo aquelas que podem causar câncer. Eventualmente, essas células mutantes, que são alimentadas por ‘insultos’ ambientais, como alta exposição ao sol, gradualmente superam as células saudáveis, tornando os indivíduos cada vez mais suscetíveis a cânceres de pele.

Mas o que acontece com a pele depois que ela é ferida? Ferimentos simples ou cirurgias aumentam os riscos de câncer de pele ao expandir células mutantes, como alguns acreditam? A resposta surpreendente é não, de acordo com um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade Yale, nos Estados Unidos, e do Instituto Karolinska, na Suécia. Em vez de promover o crescimento de células mutantes, eles descobriram, a lesão promove a expansão de células saudáveis, que por sua vez mantém o crescimento de células mutantes sob controle. As descobertas foram publicadas em 21 de junho na revista científica Nature.

Ao seguir o comportamento das células na pele ferida e não ferida e analisar seus respectivos sinais moleculares, os pesquisadores descobriram que lesões na pele ativam uma cascata de sinalização que favorece células saudáveis em vez de células mutantes.

“Essa descoberta muda completamente nossa maneira de pensar sobre o início do câncer e sugere que a lesão aguda pode realmente neutralizar, em vez de promover a tumorigênese”, disse a Dra. Sara Gallini, autora principal do estudo e pesquisadora da Escola de Medicina da Universidade Yale.

Em Yale, o laboratório liderado pela Dra. Valentina Greco, professora de Genética da Escola de Medicina, conduziu a pesquisa em colaboração com a Dra. Kathleen Cook Suozzi, Também professora da Escola de Medicina, e Karl Annusver, doutorando do laboratório da Dra. Maria Kasper, professora do Instituto Karolinska e coautora sênior do estudo.

Os pesquisadores esperam projetar terapias inovadoras que combatam o câncer, estimulando as rotas de sinalização celular que aumentem sua proliferação seletiva de células saudáveis e, assim, suprimam o crescimento oncogênico. As estratégias atuais de tratamento do câncer tendem a suprimir as células proliferativas, uma estratégia que pode prejudicar inadvertidamente as oportunidades para o tecido em mosaico implantar defesas naturais contra as células tumorais, concluíram os pesquisadores.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade Yale (em inglês).

Fonte: Bill Hathaway, Universidade Yale.

 

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2024 farma t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional nas áreas de Ciências Biológicas, Biomédicas e Farmacêuticas, Saúde e Tecnologias 

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account