Notícia

Investimento de 17 milhões de dólares na Austrália deve acelerar desenvolvimento de vacina para a COVID-19

Expectativa para a disponibilização da vacina poderá ser adiantada em 6 meses

Divulgação, Universidade de Queensland

Fonte

Universidade de Queensland

Data

segunda-feira, 23 março 2020 12:10

Áreas

Desenvolvimento de Fármacos. Doenças Infecciosas. Saúde Pública. Vacinas.

Um investimento de até US $ 17 milhões para pesquisas na Universidade de Queensland (UQ), na Austrália, pode ajudar a reduzir o prazo para uma vacina eficaz contra a COVID-19 em seis meses. O projeto será liderado pela Escola de Química e Biociências Moleculares da UQ.

A UQ é a única instituição australiana encarregada pela Coalizão para Inovações na Preparação para Epidemias (CEPI) para desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, e o investimento anunciadoé uma extensão importante do apoio financeiro contínuo da CEPI.

“É importante ressaltar que o financiamento também apoiará o avanço na fabricação em larga escala com parceiros da indústria, local e internacionalmente”, disse o professor Dr. Peter Høj, presidente da UQ.

A ministra da Inovação do Parlamento de Queensland, Kate Jones, disse que o anúncio pode reduzir em seis meses o tempo necessário para a entrega de uma vacina eficaz, o que levaria 18 meses no mínimo: “Se [os pesquisadores] conseguirem isso, significa que haverá uma vacina disponível para uso emergencial entre os profissionais de saúde e as populações vulneráveis ​​no início de 2021”.

O professor Dr. Keith Chappell, da UQ, disse que a capacidade de fabricar a vacina e executar os ensaios clínicos de fase inicial simultaneamente significa que as doses estariam prontas para uso no momento em que a vacina fosse aprovada e isso não comprometeria os estudos de segurança necessários: “Os procedimentos de contenção implementados na Austrália e internacionalmente retardarão a propagação do vírus e queremos usar esse tempo da maneira mais eficaz possível. Acelerar nosso trabalho para encontrar uma vacina segura e eficaz nos aproxima um passo entre uma descoberta fundamental de pesquisa e a fabricação em larga escala da população global”.

Os pesquisadores estão usando a tecnologia ‘grampo molecular’, inventada por cientistas da UQ e patenteada, para criar a primeira candidata a vacina no laboratório em apenas três semanas.

A abordagem da equipe foi descrita como uma das mais promissoras em nível mundial para desenvolver a vacina pelo imunologista de renome mundial e ganhador do Prêmio Nobel, professor Dr. Peter Doherty.

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Queensland (em inglês).

Fonte: Universidade de Queensland. Imagem: Divulgação, Universidade de Queensland.

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Farma | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Ciências Farmacêuticas, Tecnologias e Saúde da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account