Notícia

Pesquisador descobre marcador que pode predizer a resposta à imunoterapia contra o câncer

A abundância de uma proteína chamada galectina-9 em pacientes com câncer está associada a uma resposta fraca à imunoterapia

Divulgação, Universidade de Alberta

Fonte

Universidade de Alberta

Data

segunda-feira, 10 maio 2021 06:20

Áreas

Biologia Celular e Molecular. Imunologia. Oncologia.

Pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá,  descobriram uma ligação entre a expressão da proteína galectina-9 (gal-9) e se um paciente com câncer se beneficiará da imunoterapia. A descoberta pode ajudar a informar os médicos sobre quais pacientes provavelmente responderão à imunoterapia e levar a melhores opções de tratamento.

O Dr. Shokrollah Elahi, membro do Instituto de Pesquisa do Câncer do Norte de Alberta (CRINA), colaborou com o professor de oncologia Dr. John Walker em um estudo clínico de Fase 2 que examinou 40 pacientes com tumores sólidos associados a vírus (VASTs), que foram colocados em imunoterapia. Eles descobriram que havia uma ligação direta entre os pacientes com altos níveis da proteína gal-9 e aqueles que tinham um prognóstico ruim e não responderam à imunoterapia. Além disso, os pacientes com níveis mais baixos de gal-9 responderam melhor ao tratamento.

“Isso é algo que pode ser facilmente examinado. Você não precisa fazer procedimentos invasivos extensos, como uma biópsia; você pode simplesmente coletar sangue e, em seguida, fazer um teste simples onde você observa a expressão dessa proteína nas células T . Então, com base no nível de expressão, você pode prever um pouco o que vai acontecer em termos de prognóstico ”, disse o Dr. Elahi.

Em pesquisas anteriores, o Dr. Elahi descobriu que a gal-9 estava associada à função prejudicada das células T em pacientes com HIV. As células são importantes na luta contra vírus e tumores, mas a expressão da gal-9 nunca foi observada em células T no câncer.

Gal-9 está presente no corpo em duas formas. Pode ser encontrada flutuando no plasma sanguíneo ou ligada à membrana celular. Este último é o tipo que o Dr. Elahi e sua equipe examinaram. Normalmente, a proteína gal-9 ligada à membrana celular está localizada dentro da célula, mas em certos casos – como no contexto do câncer – ele se move para o exterior e se liga à superfície da célula. De acordo com o Dr. Elahi, essa ligação na superfície afeta a função da célula e sua interação com outras células do sistema imunológico, incluindo células T killer.

“O que acontece é que quando as células T killer expressam a gal-9, as células tornam-se disfuncionais, ficam exaustas e são incapazes de fazer seu trabalho, que é matar as células tumorais”, explicou o Dr. Elahi.

Os próximos passos incluem testar se o bloqueio de gal-9 em combinação com imunoterapia pode prevenir o crescimento do tumor e também observar a expressão de gal-9 em diferentes tipos de câncer. A gal-9 também tem o potencial de ser usada como um biomarcador para determinar quais pacientes responderão à imunoterapia.

Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Journal for ImmunoTherapy of Cancer.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Alberta (em inglês).

Fonte: Adrianna MacPherson, Revista Folio, Universidade de Alberta. Imagem: Divulgação, Universidade de Alberta.

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Farma | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Ciências Farmacêuticas, Tecnologias e Saúde da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account