Destaque

No Canadá, projeto usará tecnologia de edição do genoma para produzir uma alternativa aos antibióticos na alimentação do gado

Fonte

Universidade Concordia

Data

quarta-feira. 27 abril 2022 18:45

No Canadá, o Genomic Applications Partnership Program (GAPP) concedeu $6 milhões (cerca de R$ 23 milhões) ao longo de três anos ao Dr. Adrian Tsang, professor de Biologia da Universidade Concordia. O financiamento da pesquisa apoiará a engenharia e a produção de uma alternativa aos antibióticos na alimentação dos animais de criação.

O Dr. Adrian Tsang é diretor do Centro de Genômica Estrutural e Funcional de Concordia, uma das 25 unidades de pesquisa reconhecidas pela universidade. Ele usará esse investimento para desenvolver o trabalho de dois prêmios anteriores que recebeu do Genome Canada e do Génome Québec.

Os projetos anteriores usaram tecnologias habilitadas pela genômica para identificar e caracterizar lisozimas, que são enzimas antibacterianas naturais que fazem parte do sistema imunológico dos animais. Essas enzimas podem atuar tão bem quanto os antibióticos no combate a doenças. O uso de antibióticos na produção pecuária tem sido associado à disseminação de bactérias resistentes a antibióticos, que podem ser transmitidas aos seres humanos através da cadeia alimentar e representam uma ameaça à saúde humana.

Agora, os pesquisadores estão trabalhando na estabilização das formulações de lisozima para pellets de ração. “O trabalho continua e estamos modificando a propriedade do produto e também melhorando o nível de produção”, disse o Dr. Tsang.

Impactos da pesquisa no mundo real

Uma das melhorias nas quais a pesquisa de Tsang se concentrará é o aumento da estabilidade das formulações de lisozimas. A maior estabilidade ajudará a tornar essas enzimas resistentes ao calor e a outras condições ambientais quando adicionadas à ração animal, o que, por sua vez, permitirá a produção de ração em larga escala e o armazenamento em longo prazo, como explicou o pesquisador.

A adição de lisozimas aos alimentos como alternativa aos antibióticos também ajudará a melhorar a saúde intestinal dos animais e reduzirá o desperdício e as doenças, levando a reduções significativas de custos para os produtores de gado canadenses.

O Dr. Adrian Tsang também destacou que o uso de lisozimas em vez de antibióticos na alimentação animal também pode ter impactos positivos na saúde pública: “A diminuição do uso de antibióticos na produção animal pode reduzir a disseminação de bactérias resistentes a antibióticos. Isso também pode reduzir o risco de transmissão de doenças de animais para humanos”.

Acesse a notícia completa na página da Universidade Concordia (em inglês).

Fonte: Nathalie Manley, Universidade Concordia.

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2024 farma t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional nas áreas de Ciências Biológicas, Biomédicas e Farmacêuticas, Saúde e Tecnologias 

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account