Notícia

Pesquisadores estudam uso de planta nativa da região Amazônica na produção de óleo essencial com alto teor de safrol

Planta conhecida como ‘óleo elétrico’ contém composto orgânico de grande interesse para a indústria alimentícia e farmacêutica

Dr. Geone Corrêa, UFAM Itacoatiara

Fonte

FAPEAM | Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas

Data

quinta-feira, 12 maio 2022 19:00

Áreas

Cosmética. Fitoterapia. Química. Química Medicinal.

Uma pesquisa desenvolvida no município de Itacoatiara – à distância de 176 quilômetros de Manaus – analisa o potencial da espécie Piper callosum, planta nativa da região Amazônica, popularmente conhecida como ‘óleo elétrico’. O objetivo do estudo, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), é identificar as principais características produtivas e a possibilidade do manejo para a produção de óleo essencial com alto teor de safrol, um composto orgânico de grande interesse para a indústria alimentícia e farmacêutica, oferecendo uma fonte de renda alternativa para o interior do estado.

O projeto, desenvolvido no âmbito do Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter), também está avaliando as melhores condições de crescimento da espécie, além de analisar a atividade antimicrobiana do óleo essencial frente aos microrganismos patogênicos, bem como a atividade acaricida (combate a ácaros) dos óleos obtidos.

Segundo o Dr. Geone Corrêa, coordenador do estudo e professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM em Itacoatiara), o  safrol possui diversas aplicações como em fragrâncias, inseticidas e desinfetantes, além de ser um importante precursor do piperonal (heliotropina), tipo de fixador utilizado na indústria cosmética.

O pesquisador disse ainda que a demanda pelo óleo rico em safrol aumentou de 40 para 2000 toneladas anuais em pouco tempo: além da falta de sustentabilidade ambiental, há necessidades pela busca de novas espécies produtoras ricas em safrol.

“A proposta visa buscar alternativas econômicas ao extrativismo tradicional na Amazônia. Para isso, propostas de melhorias no cultivo de espécies de Piper callosum aliadas a estudos da composição química dos óleos voláteis estão sendo realizados para garantir melhor condição ambiental para o crescimento e/ou aumento da biomassa da espécie, melhor rendimento do óleo com maior produção de safrol, além de melhor dosagem de adubo”, explicou o pesquisador.

Atualmente, outras fontes naturais são conhecidas por serem ricas em safrol, como a cânfora, noz-moscada e canela. A espécie P. callosum é rica nesse composto, sendo uma alternativa importante para o Amazonas do ponto de vista químico, uma vez que o safrol é intermediário para o preparo de diversas classes de compostos naturais biologicamente ativos.

Sobre a espécie

O Piper callosum é uma espécie encontrada na América do Sul. No Brasil, especificamente, é encontrada nos Estados do Pará, Amazonas, Acre, Rondônia e Mato Grosso,  sendo ainda cultivada nos jardins e quintais nos Estados do Pará e do Amazonas, com as folhas utilizadas para o preparo de chás para tratar doenças gastrointestinais.

“[A Piper callosum] possui muitas outras aplicações na medicina popular, como no tratamento de dores reumáticas, [e propriedades]  adstringente, hemostática local, antiblenorrágica, antileucorreica, anti-inflamatória. Estudos ainda revelaram atividade antifúngica de óleos essenciais de diferentes espécies do gênero Piper, entre elas a P. callosum, e demonstraram que os mesmos são eficazes contra alguns fungos fitopatogênicos. Há também estudos que demonstraram a ação inseticida e moluscicida desta espécie”, concluiu o pesquisador.

Acesse a notícia completa na página da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas.

Fonte: Esterffany Martins, Decon FAPEAM. Imagem: Pesquisadores no Laboratório, UFAM Itacoatiara. Fonte: Dr. Geone Corrêa, UFAM Itacoatiara.

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 farma t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional nas áreas de Ciências Biológicas, Biomédicas e Farmacêuticas, Saúde e Tecnologias 

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account