Notícia

Modelo computacional sobre absorção e eliminação de medicamento pode ajudar a desenvolver novas drogas mais eficientes

Com um modelo computacional novo e mais preciso de como o medicamento rosuvastatina (Crestor) é absorvido e eliminado no fígado, pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia, preparam o caminho para o desenvolvimento de medicamentos mais eficientes

Mikael Wallerstedt, Universidade Uppsala

Fonte

Universidade Uppsala

Data

sábado, 31 outubro 2020 12:35

Áreas

Desenvolvimento de Fármacos. Modelagem Matemática. Modelagem Computacional.

Pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia, desenvolveram um modelo computacional que, baseado na quantidade de transportadores de proteínas no corpo humano, prevê os níveis sanguíneos durante o tratamento com rosuvastatina. Os resultados indicam que o ajuste da dose do medicamento redutor do colesterol não requer consideração do possível excesso de peso do paciente.

“Nosso modelo computacional previu níveis de rosuvastatina no sangue relativamente precisos em 80% dos casos estudados. Também descobrimos que as variações individuais na quantidade de transportadores de proteínas são de importância secundária e que um valor médio fornece informações suficientes para uma previsão correta”, disse a Dra. Christine Wegler, pesquisadora da Faculdade de Farmácia da universidade.

No estudo, 54 pacientes receberam uma dose de rosuvastatina no dia anterior à cirurgia abdominal ou hepática no Hospital Vestfold, na Noruega. Durante a cirurgia, foram colhidas amostras nas quais pudesse ser medido o número de transportadores de proteínas que transportam a droga para o fígado. Adicionando dados experimentais sobre o transporte de rosuvastatina, a equipe de pesquisa projetou o novo modelo computacional, que previu o tempo para a droga ser absorvida e eliminada em cada paciente com alta precisão.

“A criação de modelos computacionais costuma ser demorada e muitas vezes requer o uso de fatores de escala mais ou menos aleatórios para obter previsões corretas. Nossos resultados mostram que a quantidade de transportadores de proteínas pode ser usada como um fator de escalonamento fisiológico para a predição da rosuvastatina. Agora esperamos que este novo conhecimento beneficie a saúde e, acima de tudo, contribua para facilitar e agilizar o desenvolvimento de novos medicamentos e a medicina personalizada ”, disse a Dra. Christine Wegler.

O estudo foi realizado no âmbito do projeto Cocktail, uma colaboração científica entre a Universidade Uppsala, AstraZeneca, Universidade de Oslo e a  Hospital Vestfold. A fim de investigar se os ajustes de dose são geralmente necessários no tratamento medicamentoso de pessoas com sobrepeso, várias substâncias estão sendo testadas atualmente para verificar como são manipuladas por transportadores de proteínas e enzimas metabólicas do corpo humano.

“O modelo computacional que estamos apresentando agora é fácil de se adaptar com base em dados fornecidos, tornando-o aplicável a outros transportadores de proteínas e medicamentos. As muitas prescrições de rosuvastatina, sendo um dos medicamentos mais usados ​​no mundo, contribuem para a grande relevância clínica de nossos resultados, mas somente quando o projeto Cocktail atingir seu objetivo, todo o significado científico de nosso trabalho ficará claro”, concluiu a pesquisadora.

O artigo foi publicado na revista científica Clinical Pharmacology & Therapeutics.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade Uppsala (em inglês).

Fonte: Magnus Alsne, Universidade Uppsala. Imagem: Dra. Christine Wegler, pesquisadora da Faculdade de Farmácia da Universidade Uppsala. Fonte: Mikael Wallerstedt, Universidade Uppsala.

Em suas publicações, o Canal Farma da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Farma tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Canal Farma e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Farma, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Farma | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Ciências Farmacêuticas, Tecnologias e Saúde da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account